domingo, 25 de março de 2012

[...] Permeando sonhos


Estamos inseridos em um mundo hiper-confuso no qual a alma busca uma saída: vai permeando regiões onde reinam sonhos e esperanças. De repente, nos deparamos com a rotina diária e encontramos sinais angustiantes das dores passadas e da solidão atual. Porém, outras vezes, fugimos dessa rude realidade e sentimos as alegrias jamais vivenciadas, porém, frequentemente sonhadas. Com esse estado de espírito, a alma volta a permear e o nosso ser retoma ao estado de felicidade!

(Luis Valério Prandel)

segunda-feira, 12 de março de 2012

[Vídeo / Música] True love (Amor Verdadeiro) - S.O.J.A.



Just like the land that bear the name Africa,
Love is on my mind.
It's for everyone no matter where you're from,
Love, it cross all lines.
Like the feeling of all the seasons changing,
Love is a memory
And in these last days, when iniquity blazing,
Truth Love Speaks.


Chorus: I need true love
Do you know what you mean to me
(True love)
Does it show as I live and I breath
(True love)
In the valley of the shadow, I know you'll be.
(True love)
I defense, I conquer death
And I conquer the enemy (envy).


What is love really if it only affects, one aspect of life?
That's like a musician who only accepts, his own musical type.
That's like a preacher who only respects sunday morning, and not saturday night
That's how a soldier can come to reflect,
that Love is more than a man and a wife.


Chorus 


In a time of plenty, Jah gonna keep me strong.
Things get how and I keep cool, yeah,
Jah gonna keep me strong.
When I n' I cup is empty,
Jah gonna keep I strong.
When I n' I cup is full, yeah,
Jah keep I from their temptation.


Chorus


[S.O.J.A. (Soldiers of Jah Army)]


Tradução (Amor Verdadeiro):


Assim como a terra que carrega o nome da África
O amor está na minha mente. 
É para todos, não importa de onde você é, 
Amor ultrapassa todas as barreiras. 
Como o sentimento de todas as estações mudando, 
O amor é uma memória 
E nestes últimos dias, quando a iniquidade surpreende, 
Verdadeiro amor fala. 


Refrão: Eu preciso de amor verdadeiro 
Você sabe o que voce significa para mim 
(Verdadeiro amor) 
Demonstra como eu vivo e como eu respiro
(Verdadeiro Amor) 
No vale da sombra, eu sei que você estará. 
(Verdadeiro Amor) 
Eu defendo, eu domino a morte 
E eu domino o inimigo (inveja). 


O que é o amor realmente se ela afeta apenas um aspecto da vida? 
Isso é como um músico que só aceita o seu próprio tipo musical. 
Isso é como um pregador que apenas respeita domingo de manhã, e não sábado à noite 
Isso é como um soldado pode vir a refletir, 
Esse amor é mais do que marido e esposa. 


Chorus 


Em uma época de abundância, Jah irá me manter forte. 
As coisas chegarao e eu me manterei legal, yeah, 
Jah irá me manter forte. 
Quando meu copo estiver vazio, 
Jah irá me manter forte. 
Quando meu copo estiver cheio, yeah, 
Jah me mantera a partir de sua tentação.

quinta-feira, 8 de março de 2012

[Poema] Mulher que passa


Meu Deus, eu quero a mulher que passa 
Seu dorso frio é um campo de lírios 
Tem sete cores nos seus cabelos 
Sete esperanças na boca fresca! 
Oh! como és linda, mulher que passas 
Que me sacias e suplicias 
Dentro das noites, dentro dos dias! 


Teus sentimentos são poesia 
Teus sofrimentos, melancolia. 
Teus pelos leves são relva boa 
Fresca e macia. 
Teus belos braços são cisnes mansos 
Longe das vozes da ventania. 

Meu Deus, eu quero a mulher que passa! 

Como te adoro, mulher que passas 
Que vens e passas, que me sacias 
Dentro das noites, dentro dos dias! 
Por que me faltas, se te procuro? 
Por que me odeias quando te juro 
Que te perdia se me encontravas 
E me concontrava se te perdias? 

Por que não voltas, mulher que passas? 
Por que não enches a minha vida? 
Por que não voltas, mulher querida 
Sempre perdida, nunca encontrada? 
Por que não voltas à minha vida 
Para o que sofro não ser desgraça? 

Meu Deus, eu quero a mulher que passa! 
Eu quero-a agora, sem mais demora 
A minha amada mulher que passa! 

Que fica e passa, que pacífica 
Que é tanto pura como devassa 
Que bóia leve como a cortiça 
E tem raízes como a fumaça.

(Vinícius de Moraes)

[Poema] Estilhaços de consciência


Vida abrupta e noite necrófila,
Sujeira ocupando todo o espaço, 
Com letargia tão premeditada.
Humanidade sórdida
É escrava do cansaço,
Causando neurose regurgitada.

Ignomínias assombrosas,
Enterradas na mente
E sagradas no corpo.
Palavra mentirosa,
Com insanidade ardente:
Metais rasgando o dorso.

Arrebentando toda razão,
Atropelando toda moral
E quebrando a paciência.
Atrocidades de antemão,
Vão corroendo o radical.
Estilhaços de consciência!

(Luis Valério Prandel)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...