quinta-feira, 27 de maio de 2010

[Humor] Os falares pontagrossenses


Como um bom pontagrossense, nascido e criado aqui (a figura ao lado é de um projeto criado para implementar uma praia em Ponta Grossa... hehehe), resolvi postar algumas expressões que na maioria das vezes só são usadas aqui na cidade de Ponta Grossa (PR)...

- "Que paia" (tosco, ruim)

- "Que massa" (legal, bom)

- "Loco de bão" (muito bom)

- Se alguém te conta alguma coisa que você desconfia, logo solta um: "ade… capaiz!?!" ou "capaiz home" ou ainda um "capaiz loco veio".

- Ou as tias conversando: "Calcule, loca do céu!…" no lugar de: "imagine!",

- Em Ponta Grossa, não se corta caminho, se "atora"!

- "Tire o zóio"

- "caipóra", "animár véio" e "animár de teta"! (Xingamentos)

- "Má que diabo esse tróço". (indignação)

- "Ade memo"(melhor interpretado por Heber Ricardo Bobeck),

- "Que que ta ratiando aê?!" (quando alguem discute com você),

- "Feche a cara, piá"

- "Que que tá se abrindo?" (rindo a toa)

- "É pacabá mesmo"

- "Virado no guéde" (Virado no guedes , vem de um expressão de nossos colegas Castrenses , a qual se denomina que o cara está meio louco , ou ta tudo bagunçado , por causa de uma figura chamada Guedes , a qual tem uma pousada no Canion Guartela e era meio piradaço e amigo de Raul Seixas (imagine))

- "Uuu Gaúcho veio!"( só cumprimentar assim qualquer tiozão que eles dão com mão bem sorridentes… )

- "ÁÁÁÁÁDE SERRRR!"

- "Sai azar!!!"

- "Fica aí se metidando..." (ato de se gabar)

- "cróque" (posição de cócoras)

- "Puiz ói, eu…" (quando quer falar algo)

- "Já hoje” (agora a pouco)

- "Fala loco véio” ou “chore"

- "Mais é loco de jaguara…”

- "Fulano te qué”, que significava que alguém está lhe chamando.

- "… pense num troço engraçado…"

- "Um abraço pro gaiteiro": coisa ou assunto sem solução/despedida;

- "Lá longe”, “pra diante", "segue reto a vida toda": para explicar que determinado local não fica perto. Ex.: a farmácia fica lá longe/pra diante.

- "Ala nego véio"

- "Seu piá de bosta"

- "passe meio de fianco que cabe"

- "mais é um desgranhento" (desgraçado)

- "Quêdele?" (cadê ele)

- "O tempo ta meio brusco" (tempo nublado)

- "Voltimeia eu vo lá" (quando vai a algum lugar direto)

- "Eta piá véio…"

- "Vina = Salsicha. (deriva do termo alemão "vinewürst")

- "Escafiotado”. Arrebentado.

- "Mas tava todo desgualepado". O mesmo que "escafiotado".

- "Uma sebéga (ou seméga) de uma ponte". (uma ponte grande)

- "Vá ser curu assim..." pessoa mão de vaca, avarenta.

- "Pucarana!" Expressão de espanto.

- "Se ligue loke"

- “Mais que tar isso!"

- “Piorrr que é memo” (ato de confirmar algo),

- "Deusolivre",

- "Fuja loco",

- "… Crêênndios..!!!!!",(Crêndios Pai= Creio em Deus Pai)

- "Firme co Zuk ??????"

- "Você é meu chegado" (você é meu amigo)

- "E daí caboco veio!" (saudação)

- "Car que não" (ato de negar = claro que não)

- "Caretiei" (ficar surpreso com alguma coisa)

- "Réstia" (utilizado para definir o reflexo da luz)

- "Entãotábom" (Quando quer se livrar rápido do telefone)

- "Arme a capa" (quando quer que saia de fininho)

- "Migué" (mentira)

- "Xunxo" (desonestidade)

- "Quanto custa? Dez pila? Putz facada" (indignação)

- "Perdi a cancha" (perdi a paciência)

- "Foi pro chutz" (']['N'][' quando nóis cata o teu boné, tá ligado mano)

- "Piá ranhento" (menino novinho)

- "Piá pançudo" (menino bobo)

- "Monte, Energúmino" (alguém muito idiota)

- "Mais é bocó" (alguém bem tongo)

- "Tongo" (alguém bem burro)

- "E não a de ver que..." (para dizer algo como: e não é que...)

- "Tá de varde" (alguém que está sem fazer nada, à toa)

_ "uta gagada (quando faz algo errado)

- "Dá uma variada" OU uma VARADA (trocar o que esta fazendo)

E estas eu adicionei:

- "Volta e meia (ou vór-ti-meia) eu vou lá" (quando a pessoa vai em algum lugar frequentemente)

- "japona" (jaqueta, blusão de frio)

- "guaipeca" (cachoro vira-lata)

- "chovendinho", "andandinho", "trabalhandinho"...


(Fonte: http://desciclo.pedia.ws/wiki/Ponta_Grossa)


[Língua Portuguesa] Palavras que assumiram outros significados através do tempo

Procurando num bom dicionário o significado da palavra "formidável", o primeiro significado que se encontra é "pavoroso, diabólico, horrendo, assustador". E não faltam exemplos clássicos. Mas essa palavra passou a significar algo como "maravilhoso, excelente, fantástico".

Outra desse tipo é "bárbaro". Os gregos e os romanos denominavam bárbaros todos os estrangeiros. Bárbaro também é um indivíduo dos bárbaros, povo do Norte da Europa, que, por sinal, invadiu parte do Império Romano. A palavra também assumiu o significado de "rude, sem civilização, inculto, selvagem". No Brasil, essa palavra possui ainda o sentido de "muito bom, excelente". Muita gente de mais de 40 anos continua usando essa palavra com esse sentido muito comum na época da Jovem Guarda.

Uma surpreendente é "sofisticado". Usada largamente com o sentido de "chique, muito chique, de extremo bom gosto, de alto nível", essa palavra aparece nos dicionários como derivada de "sofisticar", sinônimo de "sofismar", ou seja, "falsificar, adulterar, deturpar". E um sofisma nada mais é do que "argumento falso formulado de propósito para induzir alguém a erro".

Vejam também "relevar": "Relevar um fato" pode ser "destacá-lo", dar-lhe importância, salientá-lo, ou "deixá-lo de lado, ignorá-lo, atenuar sua importância". A palavra simplesmente tem sentidos quase opostos. E mais um que quase passa despercebido: "tornar a levar, levar de novo".

E "percalço" que significa "problema, obstáculo, dificuldade", como é mais usada hoje. Mas também pode significar "lucro, vantagem, provento, rendimento, proveito".

Outro exemplo primoroso é "sanção". Essa palavra pode significar "aprovação" (a sanção que o presidente dá a uma lei, por exemplo). Mas também pode significar "castigo, punição" (as sanções impostas aos que desrespeitam o código de trânsito, por exemplo).


(Fonte: www.nlnp.net)

quarta-feira, 26 de maio de 2010

[Astrofísica] O que é um buraco negro?

De forma muito simplista, um buraco negro é uma região do espaço que contém tanta massa concentrada que nenhum objeto consegue escapar de sua atração gravitacional. Como a melhor teoria gravitacional no momento ainda é a Teoria da Relatividade Geral de Einstein, somos obrigados a mergulhar em alguns dos resultados preditos por essa teoria para entender os detalhes de um buraco negro, mas vamos começar devagar, pensando sobre a gravidade em circunstâncias relativamente simples.

Suponha que você está na superfície de um planeta. Você atira uma pedra direto para cima. Supondo que você não atire a pedra muito forte, ela subirá por algum tempo, mas eventualmente a aceleração devida à gravidade do planeta vai fazê-la descer de novo. Se você atirar a pedra com força suficiente, no entanto, você poderia fazê-la escapar inteiramente da gravidade do planeta. A pedra continuaria a subir para sempre. A velocidade com que é necessário atirar a pedra para que ela escape da atração gravitacional do planeta é chamada de "velocidade de escape". Como seria de esperar, a velocidade de escape depende da massa do planeta: se o planeta for extremamente massivo, sua gravidade é muito intensa, e a velocidade de escape muito elevada. Um planeta mais "leve" teria uma velocidade de escape inferior. A velocidade de escape também depende da distância a que você se encontra do centro do planeta: quanto mais perto você estiver, maior a velocidade de escape. A velocidade de escape da Terra é de 11,2 km/s (cerca de 40.000 km/h), enquanto que a velocidade de escape da Lua é de apenas 2,4 km/s (cerca de 8.600 km/h).


Imagine agora um objeto com tamanha massa, concentrada num raio de tal forma pequeno, que sua velocidade de escape seja maior que a velocidade da luz. Neste caso, uma vez que nada pode se deslocar mais rapidamente que a luz, nada poderá escapar do campo gravitacional desse objeto. Mesmo um raio de luz seria puxado de volta pela gravidade e não teria como escapar.

A ideia de uma concentração de massa tão densa que até mesmo a luz ficasse aprisionada vai bem ao passado, até Laplace, no século 18. Quase imediatamente em seguida de Einstein ter desenvolvido a relatividade geral, Karl Schwarzschild descobriu uma solução matemática para as equações daquela teoria que descreviam um tal objecto. Foi somente muito mais tarde, com o trabalho de cientistas como Oppenheimer (o mesmo do Projecto Manhattan, da bomba atômica americana), Volkoff e Snyder, na década de 30, que se começou a pensar seriamente na possibilidade de que tais objetos pudessem realmente existir no Universo. Esses pesquisadores mostraram que, quando uma estrela suficientemente massiva consome todo seu combustível, ela perde a capacidade de sustentar o encolhimento devido à sua própria atração gravitacional, e então desaba sobre si própria na forma de um buraco negro.


Na relatividade geral, a gravidade é uma manifestação da curvatura do espaço-tempo. Objetos massivos distorcem as dimensões de espaço e tempo de tal forma que as regras normais da geometria não se aplicam mais. Perto de um buraco negro essa distorção do espaço é extremamente intensa, provocando o aparecimento de certas propriedades muito estranhas. Em particular, um buraco negro tem algo que se chama "horizonte de eventos", que é uma superfície esférica que marca as fronteiras do buraco negro. Você pode passar através do horizonte de eventos no sentido de entrada, mas depois não pode sair mais. Na verdade, uma vez cruzado o horizonte de eventos, você está inexoravelmente fadado a se aproximar cada vez mais da "singularidade" localizada no centro do buraco negro.

Você pode pensar no horizonte de eventos como um lugar em que a velocidade de escape é igual à velocidade da luz. Fora do horizonte de eventos, a velocidade de escape é menor do que a da luz, de modo que se você accionar seus foguetes com força suficiente poderá obter a energia necessária para escapar do buraco negro. Mas se você se encontrar para dentro do horizonte de eventos, não importa quão potentes sejam seus foguetes, pois você não poderá escapar.

O horizonte tem algumas propriedades geométricas realmente estranhas. Para um observador que esteja imóvel a alguma distância do buraco negro, o horizonte parece ser uma superfície esférica tranquila e estática. Mas à medida que você se aproximar do horizonte, perceberá que ele está se movendo a uma velocidade espantosa. Na verdade, está se expandindo à velocidade da luz! Isto explica porque é tão fácil atravessar o horizonte na direção para dentro, mas impossível retornar. Como o horizonte está se movendo à velocidade da luz, para poder escapar de volta através dele você teria que viajar a uma velocidade superior à da luz. Como você não poder viajar mais rápido do que a luz, você não pode escapar do buraco negro.

Se toda esta história estiver soando muito estranha, não se preocupe. Ela é estranha. O horizonte é estático, num certo sentido, mas noutro sentido está se deslocando à velocidade da luz. É um pouco como aquela história de Alice no País das Maravilhas: ela tinha que correr tão rápido quanto possível, apenas para permanecer no mesmo lugar.

Uma vez dentro do horizonte, o espaço-tempo é tão distorcido que as coordenadas que descrevem distância radial e tempo trocam suas posições. Ou seja, a coordenada que descreve a sua distância do centro, "r", passa a ser uma coordenada do tipo tempo, e a coordenada "t" passa a ser do tipo espacial. Uma consequência disto é que você não consegue mais evitar seu deslocamento no sentido de valores cada vez menores de r, da mesma forma como normalmente você não consegue evitar o deslocamento da coordenada de tempo na direção do futuro (ou seja, no sentido de valores maiores de t). Eventualmente você vai atingir a singularidade, localizada em r=0. Você pode tentar evitá-la acionando seus foguetes, mas é inútil: não importa qual a direção em que você tente fugir, não conseguirá evitar seu futuro. Tentar evitar o centro de um buraco negro depois de ter atravessado seu horizonte é como tentar evitar a próxima segunda-feira.

segunda-feira, 24 de maio de 2010

[Humor] Como exercitar sua insanidade

NO ELEVADOR

01) Quando houver só uma pessoa no elevador, de um tapinha no ombro dela e finja que não foi você.

02) Aperte os botões do elevador e finja que eles dão choque. Sorria e faça de novo.

03) Se ofereça para apertar os botões para os outros, mas aperte os botões errados.

04) Deixe cair sua caneta e espere até alguém se oferecer para pega-lá, então grite: "Ei, é minha!"

05) Leve um Banco Imobiliário e pergunte para as pessoas se elas querem jogar.

06) Quando a porta se fechar, fale: "Tudo bem. Não entrem em pânico. Ela abrirá novamente".

07) Mate moscas que não existem.

08) Grite: "Abraço grupal", então force-as.

09) Faça caretas dolorosamente enquanto bate na sua testa e murmure: "Calem a boca, todos vocês, calem a boca!".

10) Abra sua pasta ou bolsa, e enquanto olha dentro, pergunte: "Tem ar suficiente aí dentro?"

11) Fique quieto e parado no canto do elevador, encarando a parede.

12) Encare outro passageiro por um tempo, e grite com horror: "Você é um deles!", e recue devagar.

13) Escute as paredes do elevador com seu estetoscópio.

14) Faça barulhos de explosão quando alguém apertar um botão.

15) Encare outro passageiro por um tempo, e fale: "Estou usando meias novas".


(Fonte: http://www.felipex.com.br/div_insanidade.htm)

[História] Relembrando um pouco dos anos 80

História

A década de 1980, ou simplesmente década de 80, conhecida ainda como anos 80, foi o período de tempo entre os anos 1980 e 1989. Foi um período bastante marcante para a história do século XX segundo o ponto de vista dos acontecimentos políticos e sociais: é eventualmente considerada como o fim da idade industrial e início da idade da informação, sendo chamada por muitos como a década perdida para a América Latina.


Fatos marcantes


* Desenvolvido o IBM PC e o Apple Macintosh e as primeiras interfaces gráficas: o XFree86, Windows e o MacOS;
* Desenvolvimento do CD;
* Lançamento da estação espacial MIR, da União soviética;
* Popularização dos BBSs;
* Popularização dos computadores pessoais, ou PCs, walkmans e videocassetes;
* Início do Software Livre (Projeto GNU, Free Software Fundation).
* Início da soberania CZS;
* Descoberta da AIDS;
* Queda do Muro de Berlim;
* No Brasil: O atentado do Riocentro (1981) e a morte de Tancredo Neves (1985), a criação da nova Constituição Brasileira em 1988, ensejaram mudanças radicais nos rumos políticos do país;
* No mundo, o atentado contra o Papa João Paulo II, a morte do soviético Leonid Brejnev e a eleição de Ronald Reagan nos Estados Unidos da América e de Margaret Thatcher no Reino Unido marcariam toda a década de 80 e traçaram a política neoliberal que hoje é apanágio da maioria dos países capitalistas .


Vídeo para relembrar




(Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Anos_80)

sábado, 22 de maio de 2010

[Fé] O Senhor é a nossa salvação

"Bendirei o Senhor Deus em todo o tempo, seu louvor estará sempre em minha boca... todas as vezes que o busquei, ele me ouviu, e de todos os temores me livrou... Provai e vede quão suave é o Senhor! Feliz o homem que tem nele o seu refúgio!" (Sal 33, 2.5.9).

"Porque Deus amou o mundo de tal maneira, que deu seu único Filho para que todo aquele que nele crê, não pereça,
mas tenha a vida eterna" (Jo 3,16).

[Humor / Física] Rabi’s Question Answered?



(Fonte: http://abstrusegoose.com/)

[Humor] Reversal Russa

Reversal Russa é um esquema de piadas criado pelo humorista judeu ucraniano Yakov Smirnoff, que nasceu e cresceu quando a Ucrânia era parte da União Soviética e depois mudou-se para os Estados Unidos da América [1].

Nestas piadas, o sujeito e o objeto direto da frase são invertidos, com intenção cômica e crítica ao regime comunista [2].

Obs.: O selo mostrado ao lado é verdadeiro [3].

Algumas reversais russas:


Na União Soviética, os arquivos abrem VOCÊ! [4].


Na União Soviética, as moscas encontram você na sopa [4].


Na União Soviética, o Google pesquisa VOCÊ! [4].


Na União soviética, o cigarro fuma você [4].


Na União Soviética, a barata pisa em VOCÊ! [4].

Na União Soviética os sorvetes chupam Você!! [4].

Na União Soviética, o presente abre VOCÊ! [4].

,
_____________
Fontes:
[1] http://pt.wikipedia.org/wiki/Reversal_Russa
[2] http://itre.cis.upenn.edu/~myl/languagelog/archives/000402.html
[3] http://www.mentalfloss.com/blogs/archives/5996
[4] http://desciclo.pedia.ws/wiki/Reversal_Russa

quinta-feira, 20 de maio de 2010

[Fé] Deus é nosso refúgio, nossa fortaleza.

Senhor Deus, estais sempre ao nosso lado, pois Vós fostes um refúgio para nós, ó Senhor, de geração em geração (Sl 89,1). Conheceis todos os nossos sentimentos, nossas necessidades e esta é a confiança que temos em Deus: se lhe pedimos alguma coisa de acordo com a sua vontade, ele nos ouve (1Jo 5, 14).

Saciai-nos de manhã com vosso amor, e exultaremos de alegria todo o dia! (Sl 89,14). Obrigado Senhor por vivermos esta alegria em estar diante da sua presença!

Não foi também pela luz e suavidade do nome de Jesus que Deus nos chamou para sua luz maravilhosa? (São Bernardino de Sena). Atraístes-nos, ó Senhor, com a vossa luz !

Vós sois meu protetor e meu escudo, vossa palavra é para mim a esperança
(Sl 118, 114).

Convertei-nos, ó Senhor Deus do universo, e sobre nós iluminai a vossa face! Se voltardes para nós seremos salvos! (Sl 79, 8).

Que este nosso dia, seja repleto de muita alegria diante da proteção de Deus. Que possamos viver este amor de Deus, diante das pessoas que fazem parte de nossa vida.

[Lógica] Paradoxo do Pinóquio


O Paradoxo do Pinóquio é o resultado gerado por um conflito de lógica baseado na famosa história infantil do boneco Pinóquio, cujo nariz crescia sempre que o mesmo contava uma mentira.

Esse conflito se ilustra imaginando o Pinóquio dizendo a frase: "meu nariz vai crescer agora".

Neste caso, duas hipóteses, igualmente válidas poderiam acontecer:

* O nariz de Pinóquio não cresce. Então ele disse uma mentira, portanto, o nariz deve crescer;
* O nariz de Pinóquio cresce. Então ele disse uma verdade, portanto, o nariz dele não tinha motivo para ter crescido.

Em ambos os casos, seria gerada uma contradição, pois, se o nariz cresce, ele não deveria ter crescido e, se não cresce, deveria ter crescido.

(Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Paradoxo_do_Pinóquio).

terça-feira, 18 de maio de 2010

[Minha vida] Vida... felicidade

Viva a vida e contemple o amor!

Os amores verdadeiros serão sempre amáveis e quando se vive um grande amor, este ficará marcado eternamente em sua história e na história da pessoa amada.

Para que se preocupar com os pequenos problemas que nos impedem de crescermos e não nos ajudam em nada? Muito mais importantes são os momentos felizes que passamos com as pessoas que estão a nossa volta.

Viva os seus dias como se fossem os últimos e viva-os de maneira saudável.

Cada dia que Deus te dá e cada pessoa que Ele coloca em sua vida para você amar são preciosidades que devem ser cuidadas.

Viver... Amar...
Ser feliz... e cuidar...


(Luis Valério Prandel)

[Fé] O amor de Deus

...Se nos amamos uns aos outros, Deus permanece conosco e seu amor é plenamente realizado em nós” (1Jo 4,12).

...como são carinhosos e amigos os braços que Deus nos abre para receber os que foram feridos nos combates por sua causa... havemos de desejar ardentemente estes braços; pois quem não deseja aquele que é a plenitude do amor, senão quem não sabe verdadeiramente o que é desejar?” (São João de Ávila).

...amemos, porque ele nos amou primeiro... E este é o mandamento que dele recebemos: aquele que ama a Deus, ame também o seu irmão” (1Jo 4, 19.21).
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...